segunda-feira, 23 de novembro de 2009

PROGRAMAÇÃO DA 13ª FEIRA DO LIVRO ESPÍRITA

Programação da 13ª FEIRA ANUAL DO LIVRO ESPÍRITA, que acontecerá nos dias 27, 28 e 29 deste mês no centro da cidade de Tuparetama(Rua da Matriz) :
Dia 27 - sexta-feira
• 8:00h –Abertura
• Das 8:00 às 22:00h – Venda de livros
• 20:00h – Exibição de filme e documentário em telão / no local da feira
Dia 28 – sábado
• 8:00h – Programa Visão Espírita Especial na Rádio Bom Jesus FM
• Das 8:00 às 22:00h – Venda de livros
• 19:00h–PALESTRA PÚBLICA com JAILTON CAVALCANTE (Recife) sobre o tema: ÍCONE DA FRATERNIDADE – Local: Sede do CEMIL
Dia 29- domingo
• Das 8:00 às 12:00h – SEMINÁRIO ESPÍRITA com o tema: “EDUCAÇÃO NA VISÃO ESPÍRITA” – Com palestrantes e coordenação do Projeto VAGALUME/Recife – Local: Centro de Convivência da 3ª Idade.
• Das 8:00 às 22:00h – Venda de livros.

SEMINÁRIO ESPÍRITA EM TUPARETAMA

Neste final de semana estará acontecendo o SEMINÁRIO ESPÍRITA do Projeto VAGALUME em Tuparetama, durante a realização da 13ª FEIRA ANUAL DO LIVRO ESPÍRITA.
DATA: 29 (domingo)
TEMA: EDUCAÇÃO NA VISÃO ESPÍRITA
Responsável: Lourenço Barros - Projeto Vagalume - Recife
Cidades participantes: Custódia, Flores, Sertânia, S. J. do Egito e Tuparetama
Cidades convidadas: Itapetim, Patos, Brejinho, Monteiro e Afog. da Ingazeira
Cidade sede do Seminário: Tuparetama
Local: Centro de Convivência da 3ª Idade – Rua Pedro Tunu da Costa s/n – Centro – (Ao lado do Hospital Municipal)

Horário
• Das 8:00 às 8:50h – Recepção e café da manhã
• Das 9:00 às 12:00h – SEMINÁRIO
• 12:00h – Almoço Fraterno – Local: Escola Cônego Olímpio Torres

NO SÁBADO, DIA 28, AS CIDADES PARTICIPANTES RECEBERÃO OS SEGUINTES PALESTRANTES E AS SEGUINTES PALESTRAS COMO PARTE DO PROGRAMA DO PROJETO VAGALUME:

CUSTÓDIA: Eraldo Emanuel – Palestra: A DOR DA LUZ
FLORES: Francisco de Assis – Palestra: AMOR, FONTE DE VIDA
SERTÂNIA: Fernando Pereira – Palestra: FISIOLOGIA DA MEDIUNIDADE
S. J. DO EGITO: Lourenço Barros – Palestra: EGOÍSMO
TUPARETAMA: Jailton Cavalcante – Palestra: ÍCONE DA FRATERNIDADE

domingo, 22 de novembro de 2009

O LIVRO ESPÍRITA - II

Tenha o livro espírita
que induzirá seu caminho à mais alta renovação;

Sustente o livro espírita
que educa;

Dê o livro espírita
que é valor para toda hora;

Estimule o livro espírita
que ilumina.

Ofereça o livro espírita
que aclara o entendimento.

Emmanuel
Psicografado por Chico Xavier

sábado, 21 de novembro de 2009

O LIVRO ESPÍRITA


O livro espírita, entretanto, emancipa a alma nos fundamentos da vida.

O livro nobre livra da ignorância,
mas o livro espírita livra da ignorância e livra do mal.

Auxiliemos e divulguemos, quanto nos seja possível, o livro espírita,
que é luz de hoje, amanhã e sempre.

Emmanuel
Psicografado por Chico Xavier

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

LIBERTAÇÃO

A finalidade precípua e mais importante da reencarnação diz respeito ao processo de autoiluminação do Espírito.

Herdeiro de suas próprias experiências mantém atavismos negativos que o retêm nas paixões perturbadoras, aturdindo-se com freqüência, na busca frenética do prazer e da posse. Como conseqüência, as questões espirituais permanecem-lhe em plano secundário, em conceder-se ensejo de crescimento libertador.

Indispensável que se criem as condições fávoráveis ao desenvolvimento dos seus valores éticos e espirituais que não devem ser postergardos. Somente através desse esforço - que é o empenho consciente para o auto-encontro, o denodo para romper com as amarras selvagens da ignorância, da acomodação, da indiferença - que o logro se torna possível.

*
Há pessoas que detestam a solidão, afirmando que esta lhes produz depressão e angústia, sensação de abandono e de infelicidade.

Outras, no entanto, buscam-na como terapia indispensável ao refazimento das forças exauridas, caminho seguro para o reexame de atitudes, para a reflexão em torno dos acontecimentos da vida.

A solidão, todavia, não é boa nem má. Os valores dela defluentes são sentidos de acordo com o estado de espírito de cada ser.

*
O silêncio produz em alguns indivíduos melancolia e medo. Parece sugerir-lhes um abismo apavorante, ameaçador.

Em outras pessoas, faculta a paz, o processo de readaptação ao equilíbrio, abrindo espaço para o autoconhecimento.

O silêncio, no entanto, não é positivo ou negativo. Conforme o estado íntimo de cada um, ele propicia o que se faz necessário à paz, à alegria.

*
Muitos homens se atiram afanosamnente pela conquista do dinheiro, nele colocando todas as aspirações da vida como sendo a meta única a alcançar. Fazem-se, até mesmo, onzenários.

Inúmeros outros, todavia, não lhe dão maior valor, desperdiçando-o com frivolidade, esbanjando-o sem consideração. Terminam, desse modo, na estroinice, na miséria econômica.

O dinheiro, entretanto, não é essencial ou secundário na vida. Vale pelo que pode adquirir e segundo a consideração de que se reveste transitoriamente.

É indispensável que inicies o processo da tua libertação quanto antes.

Faze um momento habitual de solidão, onde quer que te encontres. Não é necessário que fujas do mundo, porém que consigas um espaço mental e doméstico para exercitares abandono pessoal e aí fazeres silêncio, meditando em paz.

Não digas que o tempo não te faculta ocasião.

Renuncia a alguma tarefa desgastante, a alguma recreação exaustiva, ao tempo que dedicas ao espairecimento saturador e aplica-o à solidão.

Nesse espaço, isola-te e silencia.

Deixa que a meditação refunda os teus valores íntimos e logre libertar-te das paixões escravizantes.

Considera o dinheiro e todos os demais valores como instrumentos para finalidades próximas, cuidando daqueloutros de sabor eterno e plenificador, que se te fazem essenciais para o êxito na tua jornada atual, a tua auto-ilumninação libertadora.

Franco, Divaldo Pereira.
Da obra: Momentos de Felicidade.
Ditado pelo Espírito Joanna de Ângelis.

PENSAMENTO E VIDA

O homem pode ser considerado o pensamento que exterioriza, fomenta e nutre.
Conforme a sua paisagem mental, a existência física será plasmada, face ao vigor da energia direcionada.
O pensamento é a manifestação do anseio espiritual do ser, não uma elaboração cerebral do corpo.
Sendo o Espírito o agente da vida, nos intrincados painéis da sua mente se originam as idéias, que se manifestam através dos impulsos cerebrais, cujos sensores captam a onda pensante e a transfornam, dando-lhe a expressão e forma que revestem o conteúdo e que se faz portadora.

O homem de bem, pensando corretamente como conseqüência da sua realidade interior, progride, adicionando forças à própria estrutura.
A criatura de constituição moral frágil, por efeito das suas construções mentais infelizes, envolve-se nas teias dos pensamentos perturbadores e passa a estados tumultuados, doentios.
Como resultado, conclui-se que o Espírito e não o corpo, é fraco ou forte, conforme o conteúdo dos pensamentos que elabora e a que se entrega.

O pensamento é força.
Por isso, atua de acordo com a direção, a intensidade e o significado próprios.
A duração dele decorre da motivação que o constitui, estabelecendo a constância, a permanência e o direcionamento do que possui como emanação da aspiração íntima.
O pensamento são os fenômenos cognitivos que procedem do ser real.

Pensa no amor; e te sentirás afável.
Cultiva a idéia do progresso, e terás estímulo para porfiar, logrando êxito nos empreendimnentos.
Sustenta a idéia do bem, e descobrirás quão ditoso és como fruto do anelo vitalizado.

Se pensas no medo, ele assoma e te domina. Se dás atenção ao pessimismo, tornas-te incapaz de realizações ditosas.
Se te preocupas com o mal, permanecerás cercado de temores e problemas.
Se agasalhas as idéias enfermiças, perderás a dádiva da saúde.

Tudo pode ser alterado sob a ação do pensamento.
Vibração que sintoniza com ondas equivalentes, o teu pensamento é o gerador das tuas ações, e estas, as modeladoras da tua vida.
Pensamento e vida, pois, são termos da equação existencial do ser humano.

Pensando na necessidade de ascensão, os heróis, os cientistas, os mártires, os educadores e os santos edificaramn o mundo melhor, que ainda não alcançou o seu ápice, porque tu e outros ainda não vos convencestes de pensar bem, agindo melhor; para conquistardes a vitória sobre as paixões, a dor e a infelicidade.


Franco, Divaldo Pereira.
Da obra: Momentos de Felicidade.

Ditado pelo Espírito Joanna de Ângelis.


Related Posts with Thumbnails

IMAGENS DE TUPARETAMA